Séries

Direção: Mariana Fagundes Azevedo

Descrição: Apesar da clareza inequívoca de nossa Constituição Federal, são muitas as dificuldades que os povos originários do país enfrentam hoje, para garantir seu direito à terra. Esse é o tema da série Gente Awá. Para documentar e discutir a luta indígena pela terra no Brasil contemporâneo, a equipe do projeto viajou 29 mil quilômetros, entrevistando mais de 40 pessoas e ainda visitando sete comunidades indígenas. A série, composta de cinco episódios, faz um paralelo entre dois casos: os Awá-Guajá, do Maranhão, e os Guarani-Kaiowá, do Mato Grosso do Sul, etnias que vivem, respectivamente, dentro e fora da Amazônia legal. Por meio do diálogo com lideranças indígenas, pensadores e especialistas no assunto, a série busca mostrar que o desafio da luta pelo território continua marcando as comunidades indígenas no Brasil do século XXI.

Classificação Etária Indicativa: 12 anos

Ano de Produção: 2015

País de Origem:

Classificação Ancine: 01 - Obra Não Publicitária Brasileira, Constituinte de espaço qualificado e Independente.

Dias/Horários:

Detalhes Episódio (09/01/2019) Gente Awá NOSSA CASA: AWÁ-GUAJÁ
Duração: 00:27:40
Sinopse: Formada por pouco mais de 360 pessoas habitando três terras indígenas no noroeste do Maranhão, a etnia Awá-Guajá é conhecida como um dos grupos indígenas mais ameaçados do mundo. Esse povo, de língua da família tupi-guarani, foi contatado nos anos 80 a partir da expansão do Projeto Carajás. Recentemente, o Ministério da Justiça concluiu o processo de desintrusão (retirada dos brancos) das terras Awá. Vivendo em uma região de confluência entre o avanço do agronegócio e da mineração, as pressões da indústria madeireira ilegal e os fluxos migratórios oriundos das pobres cidades do interior, os Awá-Guajá enfrentam grandes dificuldades para manter seu modo de vida como caçadores, pois dependem da manutenção de suas florestas.