Séries

Chão de Fábrica

Direção: Renato Tapajós

Descrição: Chão de Fábrica é uma série para televisão em 13 episódios de 26 minutos sobre a história do novo sindicalismo brasileiro. Ela se inicia nas grandes greves de 1979/1980, ocorridas no ABC, em São Paulo. No interior deste movimento de massa foram lançadas as bases para uma nova forma de se fazer sindicalismo e política. De lá para cá, o que mudou? O atual sindicalismo brasileiro foi capaz de se adaptar às profundas transformações ocorridas na organização da produção no capitalismo? Essa história é contada através de um vasto material de arquivo, por filmagens atuais nas fábricas e no campo, por entrevistas com especialistas e entrevistas com sindicalistas. O narrador que conta esta história é José de Abreu.

Classificação Etária Indicativa: 10 anos

Ano de Produção: 2016

País de Origem:

Classificação Ancine: 01 - Obra Não Publicitária Brasileira, Constituinte de espaço qualificado e Independente.

Dias/Horários:

Detalhes Episódio (04/11/2018) Chão de Fábrica Reestruturação Produtiva
Duração: 00:25:35
Sinopse: A reestruturação produtiva Itamar Franco, sucessor de Collor, entendeu que o neoliberalismo com altas taxas de inflação, não daria certo. Então ele combateu a inflação, com êxito, aplicando o Plano Real. Nessa período começa, no Brasil, a Reestruturação Produtiva, a aplicação do Toyotismo em nossas empresas, promovendo uma ideologia individualista que combatia a consciência de classe dos trabalhadores. Se o neoliberalismo foi a mudança político-econômica, promovida pelos Estados, para superar a crise dos anos 70, a reestruturação produtiva foi a resposta das empresas para a mesma crise. Os Sindicatos tem dificuldades cada vez maiores para reagir a essas políticas. A esquerda tenta reagir, mas na eleição presidencial de 1994, Lula é derrotado por Fernando Henrique Cardoso.